Violência Assustadora

Andar nas ruas, estacionar o carro, dirigir-se a um estabelecimento comercial, esperar o coletivo num ponto de ônibus, entrar numa clínica ou laboratório, sentar-se à mesa de um bar, identificar-se como policial onde quer que seja, eis algumas situações dentre tantas milhares e milhares, que vivenciamos no dia a dia, e que nos coloca em estado de alerta, como se estivéssemos constantemente à beira de um abismo; Acabei de saber que numa tentativa de assalto ocorrida no povoado Chã do Pilar, em Pilar/AL, um militar foi alvejado com quatro tiros por três elementos que tentaram levar o seu veículo tendo o policial reagido à abordagem.

Um crime cruel aconteceu no dia 1º de fevereiro do corrente ano na cidade de Arapiraca, quando um jovem invadiu a casa de sua ex-mulher e após uma discussão, efetuou contra ela vários disparos de arma de fogo, matando-a após persegui-la.

No centro de Maceió, três homicídios aconteceram deixando os transeuntes em pânico.

Bandidos assaltaram coletivo que fazia o percurso Benedito Bentes-Colina, e após anunciarem o assalto portando arma de fogo, levaram bolsas e aparelhos celulares das vítimas.

Empresário é esfaqueado por suposto flanelinha em Arapiraca.

Apesar das constantes divulgações que primaziam a assustadora violência, uma notícia chamou-me a atenção e ao mesmo tempo deixou-me esperançosa, feliz por saber que Maceió teve uma considerável redução da violência atingindo a marca de 46,2% e os índices de redução no Estado ficaram em 26%, a maior redução ocorrida nos últimos quinze anos. O importante é observar que desde o ano de 2000, o número de homicídios na capital alagoana apresentou um baixo índice, especialmente no mês de janeiro, e no Estado no mesmo período, desde o ano de 2009.

A integração das forças policiais nas ruas, iniciativa marcante da atual gestão da segurança Pública, com total e irrestrito apoio do governo, tem inibido a ação criminosa dos meliantes que por muito tempo encontraram o caminho livre, as portas abertas, o instinto como dogma, o inimigo como alvo, e a perversidade cultivada na promiscuidade destacada na prática dos maus costumes e da imoralidade.

Parabéns Dr. José Alfredo, temos a certeza de que até o final da sua honrosa gestão, nós, alagoanos, respiraremos o oxigênio da paz, da tranquilidade, circularemos nas ruas sem temor e os abismos antes existentes se transformarão em bucólico e merecido sossego.

Liana Franca – Delegada de Polícia Civil

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: